segunda-feira, 25 de junho de 2007

Aprender a crescer...


Passam as horas...
Passam os dias...
Passam os anos...
Olhar para trás é lembrar aquilo que já não é;
O que nunca poderá voltar a ser...
Tudo passa.
Passamos todos, pelas horas, pelos dias, pelos anos...
O que fica já não é lembrança, já não é ferida aberta nem cicatriz.
Até as cicatrizes se apagam...
Fica, sim, a vontade de sobreviver.
O desejo de continuar a ser...
E seja lá como for e venha o que vier...
Se o que não nos mata nos torna mais fortes eu estou mais forte com tudo o que ainda não me matou.
E serei mais forte ainda... por fora... porque por dentro algo deveras importante já morreu há muito tempo.
Algo que nunca deveria ter nascido...
Ou algo que ao nascer estava pré-destinado a matar-me... por dentro...
Mas, afinal, todos estamos pré-destinados a morrer... e a questão é mesmo Quando isso vai acontecer?
Eu decidi que o meu dia será aquele em que possa partir de sorriso nos lábios por ter cumprido com o meu destino e ter feito nascer um sorriso nos lábios daqueles que mais precisam, daqueles que amo, daqueles que estimo...
Pode ser hoje ou amanhã, tanto faz...

Só tenho um desejo a cumprir: Ser feliz na tua felicidade!


Foto: The_Rose by Cocoa_Ma

3 comentários:

thunderstorm disse...

Muito Bonito...
Não sei porquê, mas fiquei com a sensação que escreveste este texto ontem enquanto nós tentavamos dormir e tu cantavas uma musica francesa que estava a irritar um pouco. Não foi?
Eheheheheheh
Um Beijo enorme e tem um excelente dia.

gingerbread disse...

"Mas, afinal, todos estamos pré-destinados a morrer... e a questão é mesmo Quando isso vai acontecer?"
Existe a morte por dentro e a morte por fora: lembra-te que uma delas tem solução ;)
Vou-te contar uma história:
Um hipnotizador pediu a vários pacientes para entrelaçar as mãos; e depois para TENTAR desentrelaçar as mãos de novo. Nenhum dos pacientes conseguiu. Eles puxavam e os dedos ainda se apertavam mais.
-Depois ele fez a mesma experiência mas disse aos mesmos pacientes para desentrelaçar as mãos (e não, TENTAR), efectivamente. Os resultados foram os opostos. Resultado e moral da história. TENTAR é diferente de FAZER. por isso não tentes ser feliz: SÊ!!!!
E feliz tens que ser, e especialmente hoje:
PARABENS!!!

Poppie disse...

Deixar o passado lá atrás, trazendo na bagagem as lembranças, viver o presente, desejar pelo futuro e correr atrás dele...