segunda-feira, 4 de junho de 2012

Fazer as pazes com o passado...


Cala esta dor que trago no peito com o som do teu sorriso...
Acalma esta incerteza com as batidas do teu coração repleto de felicidade...
Ainda que eu não faça parte...
Ainda que eu já não exista na tua vida...
Não negues a presença que tive um dia...
Não esqueças o bem e o mal que te fiz...
Mas lembra-te especialmente do bom que isso te trouxe...
E sorri...
Quando ouvires o meu nome, sorri!
Quando lembrares a minha face, sorri!
Porque faço parte do teu passado...
Porque nele existi...
E se nele fui enterrada, então sorri!
Sorri porque foi aí que algo renasceu em ti...
Esse qualquer sentimento que te tornou mais forte e mais adulta...
E Nunca te esqueças de sorrir...
Quando te lembrares daquela estranha que conheceste num minuto
e que até duvidaste que existisse realmente...
Porque ela fez-te olhar para dentro e pensar em ti...
E esse olhar não se esquece e faz-nos sempre sorrir...

16 comentários:

Sandra disse...

o tempo tem a beleza de branquear o passado e apagar das memorias a dor e o prazer e o prazer da dor. e com o tempo surge o orgulho e a ilusão de se ser ou de se ter sido mais que aquilo que realmente se foi. o tempo que traz o bom esquecimento também traz a leviandade da cegueira parcial e do maravilhoso perentório. o tempo, que todos dizem que tudo cura, não é mais que um insidioso egoísta que apenas aplaca a consciência de quem tenta acertar-se com ele.

... disse...

sorrir pensando no passado é fácil... o que não é tão fácil é perdoar os erros do passado.... um beijo

Anónimo disse...

A Flor E O Espinho de Paulinho Moska


"Tire o seu sorriso do caminho
Que eu quero passar com a minha dor
Hoje pra você eu sou espinho
Espinho não machuca a flor
Eu so errei quando juntei minh'alma a sua
O sol não pode viver perto da lua
Tire o seu sorriso do caminho
Que eu quero passar com a minha dor
Hoje pra você eu sou espinho
Espinho não machuca a flor
Eu so errei quando juntei minh'alma a sua
O sol não pode viver perto da lua
É no espelho que eu vejo a minha magoa
A minha dor e os meus olhos rasos d'agua
Eu na sua vida já fui uma flor
Hoje sou espinho em seu amor

Eu so errei quando juntei minh'alma a sua
O sol não pode viver perto da lua

Tire o seu sorriso do caminho
Que eu quero passar com a minha dor
Que eu quero passar com a minha dor"

sandra disse...

Even as you talk
I can't understand a word
your lips they keep on moving
Telling tired tales that have all been heard

So many precious days
And all the parts you've played
You've looked so fine
All those days have gone
You tried to get along
but not all the time

I can't stay with you in here anymore
I feel like my time is running out
I know that much for sure

I can't stay another day in here with you
I feel like my time is running out
I know that much for sure

Spend your days complaining
Doubt puts only in your head
Turning every page in your book of Everything
You should have done instead

So many wasted days
And all the parts you've played
It's the same old song
Well I guess it's up to you
I wonder what you'll do
Don't take, don't take too long

I can't stay with you in here anymore
I feel like my time is running out
I know that much is true

I can't stay for another day in here with you
I feel like my time is running out
I know that much is true

I can't stay with you in here anymore
I feel like my time is running out
I know that much for sure

I can't stay for another day in here with you
I feel like my time is running out
I know that much for sure

I can't stay with you in here anymore
I feel like my time is running out
I know that much is true

I can't stay for another day in here with you
I feel like my time is running out
I know that much for sure
I know that much for sure

http://www.youtube.com/watch?v=hWlhY316NyI&feature=relmfu

Liliana Rangel disse...

Mylena, nao tenho o teu email, mas encontrei-te.
Como sempre depois que te conheci, tudo que escreves me toca no mais profundo do meu ser. Obrigada querida amiga. Nao sei se posso mandar-te o meu novo email dado que o outro ficou com um virus e perdi todos os meus contactos.
Sempre contigo no meu pensamento. Obrigada pela tua amizade.Lili

Anónimo disse...

The naked truth is always better than the best-dressed lie.
Fallow your instincts. That's where true wisdom manifests itself.

lolita disse...

http://www.youtube.com/watch?v=Hv7VSbYkjDo

é preciso algo mais que isto na vida, no caminho, no trilho ou no abismo? sorri comigo

;)

Sandra disse...

Lol. Uma optima forma de iniciar o dia. A sequência macacos / cão / cavalo é fenomenal.
Tens piada :)

lolita disse...

pois tu nao :(

sandra disse...

Sabes, eu não quero ter piada. Nunca pretendi ter piada ou que me achassem piada. Quero ter amigos como os que tenho e os que tenho. Amigos de quem me orgulho. Amigos com quem, embora não partilhemos laços de ADN, partilhamos algo mais forte que o sangue ou o ADN. É isso que eu quero e é isso que eu tenho. Posso não ter piada, como dizes, mas sou muito feliz.
Por isso:
The lies you tell
Aren't meant to deceive
They're not there
For me to believe
I've heard
Your vicious words
You know by now
It takes a lot to see me hurt
And I couldn't take it any other way
But there's a price I have to pay (Dangerous - Depeche Mode)

lolita disse...

sandrita,
para ti
http://www.youtube.com/watch?v=hTdhXxxWREo

Sandra disse...

lolita,
por aqui me fico que esta luta nao é minha nem para mim. És interessante e dás luta mas tem de ser outra pessoa a aceitar o desafio - eu posso ser a madrinha de armas!!!! :)

"Acordo. Que disseram os outros? Aurora que, cada manhã, reconstróis o mundo; integral nos braços nus que conténs o universo; juventude, aurora do homem. Que importa o que outros disseram, o que pensaram, o que acreditaram. Sou Febo del Poggio, um bobo. Os que falam de mim dizem que sou pobre de espírito; talvez nem tenha espírito. Existo como um fruto, como um copo de vinho, como uma árvore. Quando vem o Inverno, as pessoas afastam-se da árvore que não dá sombra; comido o fruto, deitam fora o caroço; vazio o copo, vão buscar outro. Eu aceito. Verão, água lustral da manhã sobre membros ágeis; ó alegria, orvalho do coração…

Acordo. Tenho diante de mim, atrás de mim, a noite eterna. Eu dormi milhões de idades; milhões de idades eu vou dormir… Só tenho uma hora. Havia de estragá-la com explicações e com máximas? Estendo-me ao sol, sobre o travesseiro do prazer, numa manhã que não voltará mais."

marguerite yourcenar

lolita disse...

sandrinha madrinha:

Something

George Harrison



Something in the way she moves
Attracts me like no other lover
Something in the way she woos me

I don't want to leave her now
You know I believe and how

Something in the way she smiles
That I don't need no other lover
Something in her style that shows me

I don't want to leave her now
You know I believe and how

You're asking me will my love grow
I don't know, I don't know
You stick around now it may show
I don't know, I don't know

Something in the way she knows
And all I have to do is think of her
Something in the things she shows me

I don't want to leave her now
You know I believe and how

sandra disse...

Oh pin up,

Já que gostas de dar musica vou aliar a música a um bom filme: District 9. A banda sonora é das coisas mais bonitas que eu alguma vez ouvi.
Eu vomitei no fim do filme (fica o aviso)

lolita disse...

não gostei particularmente e nao entendo o porquê do vomito.
e pin up? ok. vermelho? preto? ou os dois?

sandra disse...

Be near me when my light is low,
When the blood creeps, and the nerves prick
And tingle; and the heart is sick,
And all the wheels of Being slow.
Be near me when the sensuous frame
Is rack’d with pangs that conquer trust;
And Time, a maniac scattering dust,
And Life, a Fury slinging flame.
Be near me when my faith is dry,
And men the flies of latter spring,
That lay their eggs, and sting and sing
And weave their petty cells and die.
Be near me when I fade away,
To point the term of human strife,
And on the low dark verge of life
The twilight of eternal day.

Alfred Lord Tennyson - In memoriam