segunda-feira, 26 de novembro de 2007

Nós por cá!

Cá vamos nós... E por cá vai tudo bem.
Se não estamos bem pelo menos fazemos os possíveis e impossíveis para que ninguém repare.
E nós por cá vamos indo.

Verdade seja dita neste país as coisas vão sempre indo... L e n t a m e n t e . . . Mas vão indo... Nunca se sabe bem para onde... mas vão andando... A pé coxinho... A passo de caracol... Em cima das muletas... Mas vai tudo indo... Bem... Dizem eles... Os que têm voz para ir dizendo alguma coisa...

Todos lemos os jornais, nem que sejam as "gordas" e todos ouvimos o noticiário... mais do que tudo todos vemos e sabemos que isto está cada vez pior... Mas para todos os efeitos está sempre tudo indo... Tudo bem... Tudo na boa... Afinal, não temos guerras, não temos fome, não temos gente a morar debaixo da ponte (não se esqueçam que essas minorias não são gente...) e nem temos problemas assim tão graves que seja necessário modificar o nosso dia-a-dia tranquilo e tão mais excitante que se resume aos passeios "casa-trabalho-casa" (com intervalos para ir beber café e desembolsar uns trocos numa "jola" e num maço de tabaco (únicos verdadeiros prazeres ao fim de um dia de trabalho).

Verdade seja dita neste país não nos falta nada... (a não ser dinheiro no bolso ou conhecimentos bem situados)

Quando precisamos de algo basta sair de casa, entrar no carro, ligar a ignição, notar que falta gasolina, deslocar-mo-nos à estação de serviço mais próxima, encher o depósito e pagar o referido montante para depois ir buscar o que precisamos onde de certeza o podemos encontrar... Claro que quando lá chegamos, já não temos dinheiro para comprar... Claro!! Mas a verdade é que não falta nada neste país...

Só passa fome quem quer... ou não tem dinheiro...
Só não trabalha quem não quer... ou não tem inteligência para não ser explorado...
Só não ganha quem não quer... ou não se dá ao trabalho de enganar ou roubar...
Só não há justiça para quem é cego... ou não quer ver...

Felizmente nasci em berço de ouro e nunca nada me faltou!
Quando não tinha onde dormir, não me faltaram caminhos a trilhar...
Quando não tinha de comer, não me faltaram braços para amparar...
Quando não tinha amor, não me faltaram sonhos...
Mas melhor do que tudo... quando não tinha nada... nunca me faltaram AMIGOS...
E isso... não há país, nem situação, nem condição, nem verdade, nem lugar, nem NADA que nos possa proporcionar... A não ser nós próprios... :)

Foto: "Let Your Spirit Go" by gilad

4 comentários:

Anónimo disse...

Amiga......


há amigos e amigos....


u tenho bons e maus amigos.... sei em quem confiar....

na minha vida preciso de bens monetários.... mas não me falta amor... carinho, beijinhos... nada
sou uma milionária de sentimentos... nada me falta... e vivo feliz....

os pobres são os que têm falta de espirito.... eu não.....
Sou tua amiga, gosto de te ter assim.... em quanto mereceres ... pede-me o que quiseres será teu....


gosto de ti...


Marisa Vieira

Zaza disse...

Este post teu esta lindo lindo. Quando iniciei a leitura, pensei numa revoltada "mystique", ate que percebi onde querias chegar. Tu sabes que es rica... em amigos fortes e verdadeiros. Da para entender. E quando se ve estes teus textos que muita gente se sente pobre: eu estou neste grupo.tou feliz finalmente te sentes feliz, e mais que tudo desejo que esse teu sentimento de pertença permaneça por longos... e longos e longos anos.

Um beijo desta tua amiga
Que nao Esta´...
Mas esta´...!

LadyFonseca disse...

Hmmmm...
Tu tratas de facto as palavras por tu...
Traduzes para elas tudo aquilo que muitos de nós sentimos apenas...
Bom ver isso...
Melhor ainda puder ler isso...

Bem, mas á frente...
Sabes que melhor que o "Nós por cá" é mesmo o meu favorito: "incha desincha e passa..." ;o)
Por isso não é dificil concordar com o que escreves ali...
O português é assim mesmo... Por muito más que estejam as coisas há sempre luz ao fundo do túnel...
E mais importante ainda, há sempre dinheiro para tudo, nem que seja através dum emprestimo a juros que a maior parte nem sabe muito bem quanto...

Mas esta é a visão pior da coisa...
Claro que depois temos a tua ultima visão... A dos amigos e esses minha querida são também um bico de obra jeitoso...

Há para ai muita gente que apregoa aos 7 ventos o quão importante para elas é a amizade... (olha e eu sou uma delas)... Mas muito poucas se podem orgulhar de honrar esse mesmo sentimento... (olha e há quem diga que eu sou também uma delas)...
Como disse a Marisa, sabes sempre em quem confiar... E quando mesmo esses em quem depositavas a tua confiança te "puxam o tapete" só tens mais é que levantar a cabeça e aprender com isso...
Amigos... Também os tenho... Os dedos de uma mão chegam bem para os contar...
Conhecidos, não faltam... Aqueles das ocasiões... E esses também acabam sempre por ajudar...

Mas realmente, e voltando ao assunto em epigrafe, nós somos mesmo o pais do "nós por cá" tudo bem...
Não falta nadinha...
E há sempre novidades... No Continente...

;oP

Falei falei e não disse nada?...
O costume...
Meu e do nosso pais...

*giggle*

CresceNet disse...

Gostei muito desse post e seu blog é muito interessante, vou passar por aqui sempre =) Depois dá uma passada lá no meu site, que é sobre o CresceNet, espero que goste. O endereço dele é http://www.provedorcrescenet.com . Um abraço.