segunda-feira, 1 de outubro de 2007

Combustão de personalidades

Num quarto delinear habitam três pessoas.
A primeira a chegar foi uma personagem com um mau feitio insuportável, carrancudo e prepotente, aparente senhor de toda a razão, que vai vivendo das marcas deixadas pelas vivências passadas perguntando-se constantemente se poderia ter sido diferente.
Depois veio um realista, personagem sério mas sorridente, que insiste em lembrar ao primeiro que só hoje importa e que o que temos é no momento em que vivemos que o construímos e vive atormentado por uma única questão: Que mais posso eu fazer?
Finalmente juntou-se ao rol um sonhador, sempre sorridente, constantemente ausente de tudo à sua volta, como se vivesse numa nuvem, flutuando pelas paredes, tentando ocupar todo o espaço livre e espalhando pelos cantos a sua maior questão: Como será amanhã??

4 comentários:

LadyFonseca disse...

Como eu conheço bem esse quarto...
Como conheço bem as pessoas que nele habitam...

No meu quarto manda mais o realista... Mas arranja sempre tempo para ouvir os outros dois...

:_)

Milena disse...

Também conheço bem esse mundo... O espaço é pequeno demais para tanta gente tão diferente....

Poppie disse...

Ao primeiro aprendi a fechar-lhe a porta na cara, mas houve alturas em que me invadiu literalmente o espa�o. O que foi j� passou. No meu quarto costuma habitar ora o realista ora o sonhador. � uma conviv�ncia �s vezes conflituosa, mas sempre vantajosa.

The Mole disse...

Apenas a presença premiscua de um espectador ocupa o quarto.. a ausência...